Aperte "Enter" para pular para o conteúdo

Mudas de Buxinho para cerca viva : Decoração externa

Optar pelas mudas de Buxinho para cerca viva pode ser uma idéia bem interessante, pois além de garantir um bonito visual chamando a atenção de todos, ainda ajuda a manter o seu terreno mais protegido de uma maneira bem original.

Em nossos dias para quem mora em uma casa com bastante espaço para jardim, é muito comum o uso das cercas vivas, e estas podem perfeitamente tomar o lugar dos muros e outras cercas tornando-se um verdadeiro espetáculo aos olhos, isso quando bem cuidadas.








O Buxinho (Buxus Sempervirens L) é originário do Mediterrâneo e Ásia e pode atingir a uma altura de até 5 metros, porém no caso de servir como cerca viva precisa ser podada para que se desenvolva de acordo com o se espera. As folhas dessa planta são pequenas em formato oval ou arredondado trazendo a cor verde escura na parte superior e verde clara na parte inferior.

O Buxinho é uma planta que necessita de muito sol, porém é também tolerante a locais mais sombrios desde que isso não aconteça na maior parte do dia. Isso faz da planta uma das preferidas para o paisagismo, estando sempre presente em jardins estilo italiano ou francês.








Graças a sua resistência tanto ao clima frio como em regiões mais quentes, essa planta tem sido bastante procurada, não apenas para formar as cercas, como também para vasos individuais ou ainda como atrativo nos canteiros com espécies de folhagens diferenciadas.

Essa planta muito especial para cercas vivas prefere solos bem drenados e ligeiramente ácidos ou alcalinos. Além disso, por ser uma planta com raízes rasas, não se adapta muito bem em solos quentes ou secos.

Modo de plantar – para plantar o Buxinho abra uma cova com o dobro do torrão. Antes do plantio, coloque uma camada no fundo para facilitar a drenagem e, além disso, acrescente uma mistura de adubo de animal bem curtido e folhas.

No momento de plantar a areia vai ficar no fundo da cova e depois de colocada a muda coloque o adubo em redor terminando de preencher com a terra retirada da cova. Depois de plantado, as mudas precisam receber regas diárias por pelo menos 10 dias se acaso não estiver chovendo.

Essas plantas não precisam de muita água, porém não devemos descuidar, pois a umidade do solo é sempre necessária para que elas se desenvolvam naturalmente e com saúde.

No caso de plantio para formar uma cerca, além de cuidar com a adubação, é preciso plantar as mudas respeitando um espaçamento de 70 cm entre uma muda e a outra, uma vez que elas precisam de espaço para crescerem para os lados enquanto ganham altura. À medida que vão crescendo é preciso ir fazendo as podas para que o crescimento seja uniforme enquanto a cerca vai sendo formada.

cerca viva feita com mudas de buxinho

como fazer a podagem das mudas de buxinho para cerca viva

jardim de inverno feito com mudas de buxinho

mudas de buxinho bonsai para cerca viva

mudas de buxinho para cerca veva no litoral

mudas de buxinho para cerca viva bonsai

mudas de buxinho para cerca viva

onde comprar mudas de buxinho para cerca viva

Ainda em relação ao plantio, o Buxinho também se dá muito bem quando plantado em vasos, desde que tenham espaço para se desenvolverem e não falte a umidade no vaso. Por conta de sua versatilidade ele é uma ótima opção como planta bonsai e também podem ser moldados formando verdadeiras esculturas.

Podas – para garantir o melhor desenvolvimento do Buxinho a poda dos ramos de ponteiro deverá ser mais freqüente o que vai permitir uma brotação mais rápida na lateral e uma copada mais fechada.

Também para garantir o melhor desenvolvimento dessas plantas, é preciso adubá-las a cada 3 meses com adubo NPK formulação 10-10-10 que é misturada ao solo seguindo-se a rega para que o adubo seja dissolvido e alcance as raízes para nutrir a planta.

Pragas – o buxinho é facilmente atacado por um inseto muito pequeno que tira a vitalidade da planta deixando as folhas enroladas. São os Tripes que devem ser combatidos tão logo se observar o problema e para isso, é recomendado um composto natural que pode ser encontrado nas floriculturas.

Planta versátil – o Buxinho tanto pode ser usado como cerca viva como para plantas para serem moldadas com lindos designes através de uma poda diferenciada e mesmo tendo um metabolismo lento demorando a crescer, não podemos dispensar a sua poda que precisa ser feita a cada 30 dias, cortando sempre as ponteiras para poder moldá-lo graciosamente.

Só não podemos nos descuidar e exagerar no número de plantas moldadas no jardim, essa planta pode sim se destacar no paisagismo, mas não pode ser a única espécie presente no jardim e seja em forma de cerca ou em formatos geométricos, ela sempre é bem quista.

Perigo – apesar da beleza dessa planta ornamental, é preciso tomar cuidado ao trabalhar com ela, uma vez que tanto as folhas como a casca do tronco são altamente nocivos a saúde. Por conta disso, aconselha-se o uso de luvas ao trabalhar com essa espécie.

Segredos – para conseguirmos plantas perfeitas, não podem faltar adubo e umidade na terra e, além disso, as plantas precisam recebam muita luz solar. Se acaso elas são plantadas em locais com pouca luz solar, a tendência é crescerem com poucas folhas, chegando a parecer plantas raquíticas.